quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Guias e Rosários na Umbanda e Tambor de Mina

*GUIA DOS ORIXÁS NA UMBANDA SAGRADA*
OXALÁ - Contas brancas (leitosa).
OXOSSI - Contas verdes.
XANGÔ - Contas marrons.
OGUM - Contas vermelhas.
YEMANJÁ - Contas transparentes.
OXUM             - Contas de cristal azul claras.
YANSÃ - Contas amarelas.
NANÃ - Contas roxas.
OBALUAYÊ - Contas pretas com contas brancas.

*GUIAS DE CABOCLOS NA UMBANDA*
PRETOS VELHOS - Contas pretas com contas brancas, lágrimas de Nossa Senhora Sementes, cruzes, figas (arruda, guiné,etc.)
CRIANÇAS - Contas rosa e contas azuis, (podem incluir diversas cores), chupetas, etc.
CABOCLOS - Contas verdes (podem incluir outras cores), sementes, dentes, penas, etc...
BOIADEIROS   - Contas verdes (podem incluir outras cores), olho de boi, sementes, dentes, pedaços de couro, etc.
MARINHEIRO - Contas de cristal transparente ou leitosas, azuis, brancas.
BAIANOS - Idem aos boiadeiros.

*GUIAS DE EXÚ E MALANDROS*
EXU/POMBO GIRA - Contas pretas com contas vermelhas; ou contas pretas com contas brancas; além de instrumentos de ferro, aço, etc.
MALANDROS - Contas vermelhas com contas brancas; além de instrumentos de ferro, aço, etc.


*CORES PARA GUIAS TRADICIONAIS NO TAMBOR DE MINA DE 07, 05, 03 UNIDADES DE PERNAS, APENAS CORES DE MIÇANGAS:*
Família da Mata - Caboclos Índios, Índias: Verde, Vermelho(quando se trata de Caboclo Brasileiro da Gema, se usa Verde e Amarelo somente.
Família da Bandeirante: Verde, Vermelho, Amarelo, Azul Anil, Branco
Família da Turquia 01 – Ferrabrás e Borgonha: Verde, Vermelho, Amarelo.
Família da Turquia 02 Família de Ramos: Verde, Vermelho, Amarelo, Azul(Turquesa ou Anil, depende da Falange que o guia pertence).
Família da Mata do Codó: Verde, vermelho, Branco, Preto, Amarelo e Marrom.

Observação 01: A pessoa pode usar a Guia da Família, ou produzir apenas um rosário, com as cores destaque da família que é Marrom e Amarelo.

Família de Sarrupiras/Surrupíras: Verde, Vermelho e Preto (alguns acrescentam o Amarelo pela ligação dele com a família da Mata do Brasil, ou seja, Caboclos Índios Brasileiros).

Os destaques das guias (neste caso, Cabos e Firmas) são as cores principais da Família ou a que o caboclo indicar.

*Observação 02:* Gosto sempre de dar a palavra final ao Encantado, o que ele dizer que ele quer, a palavra dele é lei, pois, se não fosse desta forma de nada serviria o restante dos ensinamentos deles.

*CORES PARA GUIAS TRADICIONAIS NO TAMBOR DE MINA DE 07, 05, 03 UNIDADES DE PERNAS, CORES DE MIÇANGAS e DESTAQUES DOS CABOS E FIRMAS:*
Família da Mata - Caboclos Índios, Índias: Verde, Vermelho - NESTE CASO SE USA CABOS VERDES E FIRMAS OU CRISTAIS VERMELHAS.. Quando se trata de Caboclo Brasileiro da Gema, se usa Verde, Amarelo NESTE CASO SE USA CABOS BRANCOS E CRISTAIS OU FIRMAS VERDES.
Família da Bandeirante: Verde, Vermelho, Amarelo, Azul Anil, Branco – NESTE SE USA CABO AMARELO E CRISTAL OU FIRMAS VERDE.
Família da Turquia 01 – Ferrabrás e Borgonha: Verde, Vermelho, Amarelo. NESTE CASO SE USA CABOS VERMELHOS E CRISTAIS OU FIRMAS AMARELAS.
Família da Turquia 02 Família de Ramos: Verde, Vermelho, Amarelo, Azul Turquesa ou Anil (depende da Falange que o guia pertence). NESTE CASO SE USA CABOS AZUL ANIL E CRISTAIS OU FIRMAS AMARELAS OU VERMELHAS.
Família da Mata do Codó: Verde, vermelho, Branco, Preto, Amarelo e Marrom. NESTE CASO SE USA CABOS PRETOS E FIRMAS OU CRISTAIS AMARELOS.
Observação 01: A pessoa pode usar a Guia da Família, ou produzir apenas um rosário, com as cores de destaque da família que é Marrom e Amarelo(NESTE CASO USE SUA CRIATIVIDADE E INTUIÇÃO)
Família de Sarrupiras/Surrupíras: Verde, Vermelho e Preto (alguns acrescentam o Amarelo pela ligação dele com a família da Mata do Brasil, ou seja, Caboclos Índios Brasileiros). NESTE CASO O DESTAQUE É PARA CABOS PRETOS E CRISTAIS OU FIRMAS VERMELHOS OU AMARELOS.

Guias e contas dos Orixás no Candomblé
Pela cor das contas ou guias, usadas no pescoço, distinguimos a que ORIXÁ pertence cada individuo. Cada Nação (tribo) de Candomblé, desde a origem, tem suas cores próprias. No Candomblé Ketú, as cores são as seguintes:
OGUM = AZUL MARINHO
OSHÓSSI = AZUL CLARO
OMOLU = PRETO e BRANCO, RAJADO
OSHUMARÉ = Em algumas Casa usa-se o PRETO E AMARELO, RAJADO; em outra AMARELO, RAJADO de MARROM, PRETO E VERMELHO
OSSANYIN = VERDE e BRANCO, RAJADO
IROKÓ = É o dono do RUNGEVE
LOGUN-ODÉ = AMARELO-OURO e AZUL CLARO, em contas alternadas
OSHUM = AMARELO-OURO
YEMANJÁ = BRANCO, CRISTAL
YASÃN = MARROM – TERRA COTA
OBÁ = VERMELHO
EWÁ = AMARELO, RAJADO de VERMELHO
NANÃ = AZUL, RAJADO de BRANCO. Em algumas Casas , usa-se LILÁS
XANGÔ = Rei de OYÓ, sua cor é MARROM e BRANCO, usam-se contas alternadas, Veste-se de VERMELHO e BRANCO
OXALÁ = BRANCO

TIPOS DE FIOS-DE-CONTAS
Yian/Inhãs: Fios de uma só “perna”, isto é, o colar simples de uma só fiada de missangas cuja medida deve ir até a altura do umbigo.

Delogum/Delegum: Colares feitos de 16 fiadas de miçangas com um único fecho cuja medida, como os Inhãs, vai até à altura do umbigo. Cada Iaô deve possuir, normalmente, um Delogum do seu orixá principal e outro do orixá que o acompanha em segundo plano.

Brajá: longos fios montados de búzios de dois em dois, em pares opostos. Podem ser usados a tiracolo e cruzando o peito e as costas. É a simbologia da inter-relação do direito com esquerdo, masculino e feminino, passado e presente. Quem usa esse tipo de colar é um descendente dessa “união”.

Humgebê/Rungeve: Feito de miçangas marrons, corais e seguis (um tipo de conta).

Lagdibá/Dilogum: Feito de fios múltiplos, em conjuntos de 7, 14 ou 21. São unidos por uma firma (conta cilíndrica).

AS CORES DOS FIOS-DE-CONTAS DE CADA ORIXÁ:
Exú – Contas Pretas intercaladas com Contas Vermelhas
Ogum – Contas Azul Forte (podem ter apontamentos Vermelhos ou Verdes)
Oxóssi – Contas Azul-turquesa
Omulú – Contas Brancas Raiadas de Preto ou Contas Marrom
Oxumaré – Contas Amarelas Raiadas de Preto ou Verdes Raiadas de Amarelo
Ossaim – Contas Verdes
Iroko – Contas Verdes intercaladas com Contas Brancas
Logun Edé – Contas Azul-turquesa intercaladas com Contas Amarelas ou Brancas
Oxum – Contas Douradas ou Contas de Âmbar
Iemanjá – Contas Brancas intercaladas com Contas Azul Claro e/ou Contas de Cristal
Iansã – Contas Marrom ou Contas de Coral (Vermelho, Salmão)
Ibeji – Contas de Todas as Cores
Obá – Contas Vermelho Escuro
Ewá – Contas Vermelhas intercaladas com Contas Amarelas
Nanã – Contas Brancas Riscadas de Azul
Xangô – Contas Vermelhas intercaladas com Contas Brancas
Oxalá – Contas Branco Leitoso e/ou Contas de Cristal