segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

8 de Dezembro Festival de Yemanja



Hoje, em todo o Estado do Para comemora-se o Festival de Yemanja, assim como em outras regioes do Brasil, dia consagrado a Nossa Senhora da Conceiçao. Para os Umbandistas a data também é especial, pois a santa é sincretizada com Iemanjá.
A majestade dos mares, senhora dos oceanos, sereia sagrada, Iemanjá é a rainha das águas salgadas, regente absoluta dos lares, protetora da família. Chamada também de Deusa das Pérolas, é aquela que apara a cabeça dos bebês no momento de nascimento.

É ela que proporcionará boa pesca nos mares, regendo os seres aquáticos e provendo o alimento vindo do seu reino. É ela quem controla as marés, é a praia em ressaca, é a onda do mar, é o maremoto.

Para quem vai ate as prais fazer sua homengame segue abaixo uma prece para tao bela entidade.

PRECE PARA IEMANJÁ

Oh, Querida Mãe Iemanjá, tu que governas as águas, derrama sobre a humanidade a tua proteção, fazendo assim, ó divina mãe, uma descarga em seus corpos materiais limpando suas auras e incutindo em seus corações o respeito e a veneração devida a essa força da natureza que simbolizas.

Fluidifica nosso espírito e descarrega nossa matéria de todas as impurezas que houverem adquirido.

Permita que tuas falanges nos protejam e amparem, assim o fazendo com toda a humanidade, nossa irmã.

Faça isso por nós, querida mãezinha.

Que assim seja!

Nao esqueça de levar uns agrados, para quem nao sabe segue aqui algumas dicas: Flores, velas, frutas, perfumes, sabonetes, joias, espelhos, bebidas, roupas.

Obs. nao esqueça que na hora da oferenda o que vale nao eh o valor da oferenda e sim a fe e oferta de coraçao aberto.


CANTO A YEMANJA


Fiz um pedido,
para mae serei,
para ela nunca mais me abandonarrr
na areiaaa, na areia branca do mar (bis)


Vamos dar viva a sereia do mar,
minage, minaja,
Rainha do Sereiah,
Minage, minaja


Eu fui na beira da praia,
pra ver o balanço do mar,
eu vi, seu retrato na areia,
me lembrei da sereia,
comecei a chamar,
o Janaina vem ver, o Janaina vem ca
vem receber estas flores que eu vim lhe ofertar.


no mar eram duas ventarolas,
eram duas ventarolas, navegando sobre o mar
Uma era a Yansa ea parrei
e a outra era Yemanja, flor do mar.

Por Adriano Figueiredo Leite - Presidente da ACALUZ